02/01/2020

Renovias regista fluxo de 119 mil veículos durante Operação Ano Novo

A movimentação ficou dentro da expectativa da concessionária e da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

A Renovias registrou fluxo de 119 mil veículos na pista norte do Pedágio Jaguariúna (sentido Campinas/sul de Minas Gerais), na Rodovia Governador Adhemar Pereira de Barros (SP-340), durante a Operação Ano Novo. A movimentação ficou dentro da expectativa da concessionária e da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

A Operação Ano Novo aconteceu das 0h do dia 27 de dezembro até as 24h do dia 1º. Foram realizados, neste período, 900 atendimentos aos usuários, incluindo serviços de guincho e socorro mecânico. Foram mais de 530 ligações atendidas pelo Centro de Controle de Operações (CCO) da Renovias. Houve o registro de oito acidentes com 20 vítimas leves, 10 vítimas socorridas em estado grave e três mortes.

Os usuários que trafegam pelas rodovias da Renovias têm auxílio 24 horas das equipes de atendimento pré-hospitalar e mecânico. Basta acionar o Sistema de Ajuda ao Usuário (SAU) da Renovias, pelo telefone 0800 055 9696 ou usar um dos fones de emergência implantados a cada quilômetro. Condições antecipadas do tráfego podem ser obtidas pelo site www.renovias.com.br.

A malha viária da Renovias liga Campinas, Circuito das Águas e sul de Minas: SP-340 (Campinas/Mococa), SP-342 (Mogi Guaçu/Águas da Prata), SP-344 (Aguaí/Vargem Grande do Sul), SP-350 (Casa Branca/São José do Rio Pardo) e SP-215 (Vargem Grande do Sul/Casa Branca), com extensão de 345,6 quilômetros. A concessionária administra as rodovias através do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo.

………………………………..

O Portal N60 oferece notícias curtas e objetivas para serem lidas em até 60 segundos. Clique AQUI, curta a fanpage e fique por dentro dos principais fatos da nossa região.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.